Sexo

Sexualidade Humana

Sexo é um tema que ainda precisa ser discutido e não deve se tornar um tabu em pleno século 21, pois afeta nossa saúde física e mental, está relacionado à qualidade de vida do indivíduo e a ter uma vida saudável. A sexualidade hu

mana leva uma vida inteira a construir e abrange uma variedade de fatores:  biológicos, psicológicos, sociais, políticos, culturais, históricos e religiosos. Devemos abordar esta questão evitando a propagação da discriminação, da desinformação e de falsas crenças.

Por mais difícil que seja conceituar, o sexo envolve mais do que apenas as características e os mecanismos reprodutivos dos sistemas reprodutivos masculino e feminino.

Puberdade

Durante a adolescência, os humanos passam por uma série de mudanças biológicas e físicas. Essas transformações levam, em última análise, à nossa capacidade de reprodução. O corpo do indivíduo começa a mudar e diversas dúvidas e sentimentos começam a surgir. Portanto, esta é uma fase de grandes descobertas.

Durante a puberdade, os níveis de hormônios sexuais masculinos e femininos aumentam, desencadeando o desenvolvimento de características sexuais secundárias e mudanças comportamentais. Nas meninas, observa-se o início do crescimento das mamas, o aparecimento dos pelos pubianos e o aparecimento da primeira menstruação, o que indica que o corpo da menina está pronto para a gravidez. Os meninos experimentam mudanças na voz, no crescimento dos pelos, aumento do tamanho dos testículos, aumento da libido e da força física.

 

Identidade de gênero 

Identidade de gênero refere-se à identificação de um indivíduo como mulher, homem ou ambos. Essa identidade é construída pelo indivíduo independentemente do sexo biológico e da orientação sexual (homossexual, heterossexual ou bissexual). Além disso, a identidade de gênero envolve como um indivíduo se vê e como deseja ser reconhecido.

 

Orientação Sexual  

A orientação sexual envolve a atração emocional ou sexual de cada pessoa, ou seja, se uma pessoa se sente atraída pelo sexo oposto, pelo mesmo sexo ou mesmo por ambos os sexos. O termo “orientação sexual”é atualmente usado para substituir o termo “seleção sexual” e dá a ideia errada de que as pessoas escolhem desejar um determinado gênero.

  • Dependendo da orientação sexual, uma pessoa pode ser:
  • Heterossexualidade: Sentir atração emocional e sexual pelo sexo
  • Homossexualidade: Sentir atração emocional e sexual pelo mesmo
  • Bissexualidade: Sentir atração emocional e sexual por pessoas de ambos os sexos.

 

Gravidez na adolescência 

 

Conforme previsto na legislação nº 8.069/90, que estabelece as normas do Estatuto da Criança e do Adolescente, é considerado adolescente o indivíduo com idade entre 12 e 18 anos. Durante essa etapa da vida, ocorrem transformações físicas, hormonais e sociais. Essas mudanças assinalam a passagem da infância para a vida adulta. A pressão para o início da vida sexual é frequente nesse período, resultando em relações sexuais iniciadas cada vez mais cedo no Brasil. As experiências típicas dessa fase muitas vezes levam a comportamentos de risco, contribuindo para o aumento da incidência de gravidez na adolescência e infecções sexualmente transmissíveis.

A gestação frequentemente acontece devido à falta de informações precisas sobre métodos contraceptivos ou à falta de compreensão sobre o funcionamento do corpo e o processo de gravidez. No entanto, é importante salientar que a falta de conhecimento nem sempre é a causa de uma gravidez indesejada. Por vezes, a crença de que “isso não vai acontecer comigo” leva os jovens a sentirem que não precisam se precaver. A gravidez na adolescência acarreta sérias consequências não só para o bebê mas além disso, a própria mãe! Que agora ficará impedida de realizar uma série de coisas, tais como: estudar, trabalhar e ou mesmo viajar por ai sem que haja a preocupação com o novo ser que além de indefeso totalmente depende de sua mãe.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima