Síndrome do holofote!

Síndrome do holofote!

… incrível! Como, aqueles que menos ajudam, podem acabar atrapalhando!!! Por isso a importância, de viver maximamente de forma discreta! Afim de evitar olhares desnecessários ou inconvenientes! A “síndrome do holofote” para nada serve a não ser a preocupação sobre o que “o outro vai pensar”. Na boa?!? “o outro não paga nossas contas…

      Aos 42, anos de idade, parei de me preocupar com posicionamentos alheios ao meu respeito. Isso de forma generalizada. Seus superiores no ambiente corporativo, sim,  precisam de um feedback sobre sobre seu desempenho profissional. É diferente!!! Contudo, uma coisa é: “inquiridores autorizados”.  Outra coisa, á preocupação constante sobre tudo e todos ao seu respeito…

 

“Reprovação alheia”

     A “síndrome do holofote” pode estar associado a fatores irrelevantes na maioria das vezes…       Insegurança pessoal, o receio da “reprovação alheia” a maneira como me comporto ou me expresso, as minhas ideias serão apreciadas como gostaria? 

   Esses infortúnios mentais, excesso ou acúmulo de preocupações, geram desgastes emocionais desnecessários. Foco e fé, primeiramente em si! Acreditar que, somos iguais e que as oportunidades da vida são iguais para todos sem exceção!!! Além disso ninguém está muito preocupado com as outras pessoas a não ser elas mesmas…

 

 Preocupação zero

   Partindo do princípio que somos iguais, “matéria prima” e seres “limitações”. Todos nós, sentimos frio, fome, calor, emoções e etc! Não combina perder ou desgastar seu precioso tempo! Acredite! Cada ser, estão demais preocupados consigo mesmo!

           Exemplo? Em meio a multidão, simule uma queda ao chão de forma aleatória, ao olhar em volto de si, perceberá reações diversas: uns sorrindo, outros atônitos e outros assustados, tentando entender o “ocorrido”. Daí a conclusão é simples: se a “multidão” não tem consenso sobre uma simples “ocorrência” Quem dirá da tua vida?!

 

Canalização de energia

    Ao invés de nos preocuparmos com o que estão falando ao nosso respeito, foco na evolução!        Aprendi, que,  só temos uma oportunidade de viver e ser feliz! Depois que coloquei isso como meta principal, nada e ninguém mais tira meu foco! E depois de anos da minha vida, cheguei a conclusão que, a capacidade mental de criar coisas, na minha cabeça,  enquanto na prática nada acontece, pode desgastar e  sugar literalmente nossas energias! 

 

    Você por  você

       Ninguém tá nem aí para o que você ou faz…  Se muda a cor do cabelo, se comprou uma moto, se aprendeu a cozinhar algo. Na verdade nós quem criamos um fantasma em nossa mente! Já li um trecho de um livro que menciona que de 100%, de toda preocupação seja no que for, (ordem, viés, político ou mesmo religioso, tantos faz). Somente 3%, se materializa de fato!

 

   Mas deixando de lado, esse papo de acúmulos de preocupações excessivas e desnecessária de lado. Foco em si, num hobby, num projeto, num passeio ou viagem, naquele romance…  A vida é única e perder tempo não é legal! Se comprarmos  um carro novo ou usado vão falar e se não comprar?! Vão falar do mesmo jeito!! Se um dia propositalmente,  sair com o seu amor de mãos  dadas, vai reparar olhares aleatórios. Normal! Bem como, se nós focarmos na cor de um carro ou em gestantes vão surgir “tantas”…

 

 SOMOS IGUAIS, MESMO DIFERENTES

     Por fim, somos todos iguais! Ninguém é melhor que você! A partir de hoje, olhe diariamente no espelho e elogie essa pessoa maravilhosa que é ser você! Agradeça por cada dia de vida, não reclame por mais difícil que se apresente o problema.  A leveza de alma torna leve nossa rotina na terra. De estarmos vivos já é uma vitória,  Mas se persistir e surgir preocupações sobre o que os outros estão pensando ao teu respeito importante buscar por ajuda profissional. Boa sorte! Pessoas lindas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima