O que é o equilíbrio emocional

      De acordo com os especialistas, o perfeito funcionamento das funções psíquicas. A capacidade que essas funções tem de autogerir, emoções, sentimentos proporcionando bem-estar e a ausência de distúrbios mentais.

1 – Conheça a ti mesmo

      Por isso a importância do “auto conhecer se”.  A probabilidade de acumular bem estar, na seleção de fatores que competem para isso, ou seja,  ambientes agradáveis para o bom desempenho de atividades diárias, (limpo, organizado, arejado e bem iluminado por exemplo).   Além disso,  o equilíbrio emocional, não pode ficar refém de circunstâncias externas.

     Posso me sentir bem com muito ou pouca grana!! Dentro de uma Ferrari ou mesmo dentro de um coletivo…

Silêncio, vem bem acalhar na jornada do equilíbrio das funções psíquicas. Claro! Que nem sempre é possível, (meditação, o que  seria ideal, mas numa rotina corrida, torna quase impossível o ato de ouvir as batidas do coração, aquele respirar mais prolongado e profundo.  Propiciar esse tipo de situação pode parecer clichê mas incorpora lo no dia a dia, ajuda e muito no desenvolvimentos de práticas saudáveis.

Como o próprio tema sugere (equilíbrio emocional), perpassa por práticas sistemáticas,  incorporada a sua rotina que visam a sensação do bem estar.

    Sabe aquele tom enérgico do seu chefe exigindo algo ou tarefa dentro de um prazo estabelecido?! Contamos com duas possíveis  “soluções” primeiro: alterar o tom de vóz e responde lo firmemente ou segundo de forma equilibrada, procurar entender o real contexto das coisas sem que isso afete seu humor.

2 – Controle emocional

    Sabemos que o equilíbrio emocional, é o pleno funcionamento das funções psíquicas e a ausência de distúrbios mentais.   O “conhecer a ti mesmo”  promove maior equilíbrio das fatores externos e a autogestão interna das emoções.

O som indesejado de um escapamento de uma moto,  passando em meio a uma reunião, o delivery que atrasou em sua entrega, o desconto na folha salarial inesperado pode ter impactos reais na sensação do domínio do ruma das coisas, gerando até mesmo desequilíbrio, e propositalmente inverso do que buscamos aqui o que é o equilíbrio emocional, o desequilíbrio pode vir a contrapor frontalmente o que chamamos de “controle emocional”

3 – Permitir se

     Saber apreciar a si e os outros com suas características e universos distintos, pode promover uma rica sensação de bem estar, aquela amizade de anos, num simples telefonema isso pode ser resolvido. Além disso,  podemos enumerar uma sequência de eventos externos que surgem como opções afim de contribuir com o nosso estado mental saudável. Permissividade, sair de um longo dia de trabalho com os colegas, num barzinhos com músicas e diálogos informais, experimentar um tipo de refeição ainda antes não provado!  Mais que isso, aquela paquerada pode aumentar sua autoconfiança.

4 – Equilibrar a vida

     Ser justo em suas convicções para com sigo mesmo e os outros, propor soluções em conjunto seja familiar ou mesmo no âmbito profissional, mais que isso trazer consigo a consciência que nem todos possuem os  “mesmos propósitos de vida” permite nos,  uma  leitura despretensiosa e desembaraçada das questões alheia!

5 –  Equilíbrio emocional é vida!

     Nada que é demais é saudável! Pizza é bom!!! Passar mal a noite por intoxicação alimentar não é legal! Focar nos estudos ou mesmo nos deveres sejam:  domésticos, estudantis ou profissionais requer tempo ou pausas para reflexões!

     Além do mais, ninguém é autossuficiente.  Planejar a vida através dos dias ou semanas significa diminuir a tensão de uma “surpresa indesejada”  se permitir ser você mesmo, ser autêntico, remove o “peso da encenação”

     Não se preocupar com o que irão pensar de você,  promova seus objetivo de vida em oculto e, somente quando alcança los, revele os!  Não se precipite em querer ser o melhor mas o suficientemente bom afim de se tornar necessário! Manter o equilíbrio faz parte do nosso objetivo de vida ou pelo menos deveria ser afinal ser mentalmente saudável diz muito sobre si mesmo!!! Boa sorte e muito equilíbrio!

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima